Florais de Bach na Frequência Perfeita

 

    Existe na terapia floral uma regra básica que desde meu primeiro contato me foi passada e que sigo até hoje que é em relação ao número de vezes que tomamos as gotas florais durante o dia. Sempre aceitei como sendo uma regra geral o número de 4 gotas, 4 vezes ao dia, sendo que o importante é que essa ingestão seja bem dividida durante o período no qual estamos despertos, sem a necessidade de um horário fixo muito rígido.

    Assim tomamos o floral quando acordamos, no final da manhã, no início da tarde e a noite. Claro que como toda regra tem suas exceções, em várias situações podemos aumentar ou diminuir essa frequência.

    Mas é interessante ter a consciência que dividir nosso contato com os florais desta maneira segue também um padrão de ritmo universal.

    Dividindo nosso dia em períodos de sono e de vigília, tiramos 8 horas de sono e nos resta as 16 horas de vigília. Assim colocamos nessas dezesseis horas esse ritmo universal regido pelo número quatro, que é o número das quatro estações, dos quatro movimentos energéticos que acontecem a todo tempo no nosso universo:

 

    O despertar, o início do movimento, a primavera, o início do dia, o nascer do sol, o início da nossa ação , nossa ideia começando a ser colocada em prática, o primeiro movimento de inspiração, o abrir dos olhos, a decisão que nos leva a começar o movimento, a colocar em prática, o que faz o nosso pensamento tomar forma.

 

    No meio dia, o verão, o sol a pino, o máximo do movimento, quando tudo se aflora, o ápice da nossa energia, as emoções a flor da pele, a ação concretizada, o dever se cumprindo e o amor alcançado.

 

    E depois chega a tarde, o outono, o início da contração, quando colhemos os frutos do que fizemos, quando recordamos, refletimos, elaboramos os acontecimentos.

 

    E assim, o inverno, a quietude, ao descanso, o recolhimento, nossa purificação, a pausa que antecede a próxima inspiração, a noite.

 

    Sendo assim, fazemos o uso dos Florais de Bach dessa maneira não apenas para distribuir bem o número de ingestão durante o dia, mais do que isso, fazemos isso para regular todo nosso movimento energético, nosso ritmo, tentar colocá-lo em ressonância com o ritmo do universo. Colocar em harmonia nossos pensamentos com nossos sentimentos, nossas ações e nossas reações .

Próximos Cursos:

 

CURSO DE MASSAGEM COM PEDRAS QUENTES (Niterói)

dia: 14 de agosto, segunda-feira, das 08:00 às 18:00

CURSO DE TERAPIA FLORAL - Florais de Bach (Niterói)

dias: 19 e 20 de agosto, sábado, das 09:00 às 17:00/domingo, das 09:00 às 13:00

OFICINA DE PRÁTICAS TERAPÊUTICAS COM AROMATERAPIA - Massagem e Meditação

(Santo Antônio do Pinhal)

dia: 26 de agosto, sábado, das 09:00 às 17:00

  

  Acupuntura             Massagem             Aromaterapia             Terapia Floral