Drenagem Linfática

 

A drenagem Linfática é uma técnica  que foi desenvolvida na década de 30 pelo dinamarquês Emil Vodder e chegou ao Brasil em 1970 pelas mãos da esteticista Waltraud Ritter Winter. Á partir daí, a técnica continuou a ser desenvolvida e hoje em dia é amplamente pesquisada por diversos profissionais no mundo todo, como os renomados Albert Leduc e Michael Foeldi que complementaram o tratamento para a drenagem linfática com  novas manobras e diversas variantes com intuito sempre de aprimorar  técnica.

A drenagem linfática manual  tem como objetivo principal  estimular o sistema linfático e ajudar a tratar a retenção hídrica. 

O sistema linfático é uma via acessória que ajuda o sistema sanguíneo a eliminar o excesso de água e os resíduos metabólicos que ficam estagnados nos tecidos. Seu funcionamento é de suma importância para manter o equilíbrio do nosso organismo.

Seu uso é indicado para tratamento de lindedemas primários, edemas pós operatórios e no tratamento de gestantes.

Mas o que poucos sabem é que a drenagem linfática é também uma excelente opção de tratamento para algumas enfermidades respiratórias como a sinusite e também surge como uma opção em tratamentos para o aumento da imunidade. Além de eliminar o excesso de líquidos e toxinas retidos no organismo a drenagem linfática tem também uma ação analgésica e sedante.

A drenagem Linfática emagrece? Modela o corpo?

Frequentemente no consultório, em revistas, na internet etc, percebo que as pessoas confundem a drenagem linfática com a massagem estética.

Por que isso acontece? É comum as pessoas procurarem drenagem linfática para reduzir medidas e modelar o corpo. É extremamente comum também escutar pessoas falando que preferem uma drenagem mais vigorosa e que inclusive já receberam uma drenagem que as deixaram doloridas e até roxas!!!

Bom, para esclarecer a diferença entre drenagem linfática e massagem modeladora precisamos entender um pouco mais sobre os mecanismos de cada técnica.

Na drenagem o que queremos é o estímulo unicamente do sistema linfático. Não queremos e não devemos estimular o sistema sanguíneo. Queremos apenas aumentar a eliminação de líquidos e toxinas.  Para que isso aconteça precisamos respeitar a pressão das manobras. O toque na drenagem é obrigatoriamente leve, o ritmo é lento, é monótono, não há necessidade de cremes ou óleos(podendo sim ser usados, mas com cautela e critérios corretos). Não existe tanto deslizamento na pele, e sim mais uma suave tração que é o movimento que colabora para a reabsorção linfática. A direção das manobras na drenagem é obrigatoriamente a direção do fluxo linfático ou seja das extremidades para o centro.

Já na massagem estética o que  queremos é aumentar o metabolismo celular, então precisamos estimular o sistema sanguíneo, provocar hiperemia; a massagem é vigorosa, a pressão do toque é muito maior, não é suave como na drenagem, pelo contrário, é bem forte, as manobras são ágeis, trabalhamos com muito amassamento , fricção, percussão e deslizamentos profundos. Obrigatoriamente temos que usar um creme ou um óleo com princípios ativos que colaborem com o nosso trabalho.

Agora, o que acontece na massagem estética é que quando aumentamos o aporte sanguíneo, automaticamente geramos mais resíduos metabólicos para serem eliminados. Em um organismo saudável o aumento da circulação sanguínea gera automaticamente um aumento na circulação linfática. A drenagem, a eliminação de líquidos e toxinas em um organismo saudável é uma consequencia natural da massagem estética.

Porém, se existe um caso de edema(seja pós operatório, em gestante, ou outra situação qualquer) é sinal de que o sistema linfático não está dando conta de eliminar as toxinas que estão sendo geradas. Se em um caso desses, entramos com uma massagem mais vigorosa estaremos aumentando mais ainda os resíduos a serem eliminados e sobrecarregando ainda mais o sistema linfático, que já não está dando conta do seu trabalho. O resultado disso logicamente será uma piora considerável do edema.

 

Próximos Cursos:

 

 

CURSO DE MASSAGEM COM BAMBUS (Niterói)

dia: 15 de novembro, quarta - feira, das 09:00 às 18:00hs

OFICINA  DE AROMATERAPIA ESSENCIAL (Niterói)

dia: 24 de novembro, sexta - feira, das 09:00 às 13:00hs

CURSO DE MASSAGEM COM PEDRAS QUENTES (Niterói)

dia: 25 de novembro, sábado, das 09:00 às 18:00hs

PRÁTICAS TERAPÊUTICAS COM AROMATERAPIA (Niterói)

dia: 01 de dezembro, sexta - feira, das 09:00 às 17:00hs

  

  Acupuntura             Massagem             Aromaterapia             Terapia Floral